A infidelidade pode estar no DNA


Vocês conhecem aquele ditado "Filho de peixe, peixinho é"? Bom, parece que agora esse ditado pode ser levado até para as desculpas mais esfarrapadas de alguém. De acordo com estudos, a infidelidade pode estar relacionada aos genes. Já estou imaginando o tanto de homens e mulheres que vão afirmar que traíram o parceiro porque isso está no seu DNA! Hunf

Pesquisadores analisaram o DNA de 181 adultos jovens, que forneceram um histórico completo de suas atividades sexuais e parceiros íntimos. A conclusão da equipe foi que o receptor D4 (DRD4, na sigla em inglês) de dopamina desempenha papel importante no comportamento sexual do indivíduo. Pesquisas anteriores ligam o gene, que exerce influências na química cerebral, às atividades de buscas de sensações.

 “Indivíduos com determinada variante do gene DRD4 mostraram maior probabilidade de históricos de sexo descomprometido, incluindo encontros casuais de uma única noite e atos de infidelidade”, disse o líder do estudo Justin Garcia, do laboratório de antropologia e saúde evolucionária da Universidade de Binghamton, por meio de um comunicado.

“A motivação parece partir de um sistema de prazer e recompensa, que é onde ocorre a liberação de dopamina. No caso de sexo descomprometido, os riscos são altos, as recompensas substanciais e a motivação variável – elementos que garantem uma descarga de dopamina”, explicou Garcia.

As descobertas, publicadas na última edição online da revista especializada PLoS One, não devem ser vistas como uma desculpa para a traição e a promiscuidade, ressaltou o especialista. “Essas relações entre o comportamento e os genes são associativas, ou seja, nem todo mundo que tenha este genótipo terá sexo casual ou será infiel. Na verdade, muitas pessoas sem este genótipo têm tais comportamentos. O estudo meramente sugere haver uma proporção muito maior de pessoas com este tipo genético que são mais propensas a tais comportamentos”, disse ele. 

Fonte: IG Delas

4 comentários:

Rafael Gois disse...

Quantas desculpas existem para infidelidade, né!!! é o casamento que esfriou, é a gostosa do trabalho dando mole, é o ciúme e as acusações sem fundamento, é a vingança, é o "não tenho em casa procuro na rua", e por ai vai!!! Claro que é muito mais fácil, trair, magoar, enganar, mentir, ser injusto e egoísta do que ter uma longa conversa com o parceiro(a) sobre o pq o sexo esfriou depois de algum tempo, sobre seus desejos, sobre os dois e tentar arrumar uma forma de serem felizes juntos... O ser humado é cada dia mais podre, e isso é fato!!! E contra fatos não existem argumentos...

Antonio José Rodrigues disse...

Ainda bem, Dani, que os piauienses são fieis: não foram relacionados na pesquis (rsrsrs). Beijos

Luis Nantes® disse...

Oi Dani, minha flor distante!! Muito feliz em postar isso e mandou bem nas informações colhidas, mas infidelidade tem altas doces de safadesa por parte de quem faz mesmo, viu? Nada de culpar os ancestrais por isso não, tá? Mas valeu!! beijos

Lucas disse...

Nova justificativa para a infidelidade, se é que alguém ainda se preocupa em arranjar uma desculpa para isso, nesse tipo de sociedade descartável em que a gente por que as pessoas não podem se tornar descartáveis também? Interessante a postagem, gostei.

Bjus linda!

Postar um comentário

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti