Pesquisar este blog

Carregando...

Você quem sabe

A grama do vizinho é sempre mais verde



Sempre ouvimos essa frase, mas nunca paramos para pensar, nem neste, nem em nenhum outro ditado popular que ouvimos diariamente. A grama do vizinho é sempre mais verde. Ouvimos sempre as pessoas falarem isso com a boca cheia, quando o vizinho compra um carro novo. Sua mãe vem e diz: “você viu o carro do fulano? Ele tá trabalhando bastante né... ele merece...” Ou se não, “nossa, como a filha do cicrano tá linda... Olha o namorado que ela arrumou! Que coisa mais fofa! Trabalhador o menino, esforçado. Quem dera a minha filha ser assim também”. Sei que estou embolando tudo, a pergunta crucial a que quero chegar é: Por que algumas pessoas procuram - muitas vezes de propósito - outras com algum compromisso?

Mulheres com caras comprometidos

Já li em vários lugares e concordei com a explicação: o que faz uma mulher querer um cara que é casado (ou qualquer outro tipo de compromisso, é que a palavra comprometido é chata para ficar repetindo...) é que outra já o “aprovou”, ou seja, uma outra fêmea já viu qualidades nele, sejam lá quais forem. Mas isso é um dos motivos.

Ela pode realmente se apaixonar pelo cara, mesmo sabendo que ele é casado. Pode se achar a pior das mulheres por isso, mas agora o estrago já está feito, principalmente se ele gostar desse clima de seduzir.

E ainda tem outro motivo: ela pode querer sexo sem compromisso e seguro. Vou explicar, ela tem tesão no cara e ele é casado, mas e daí? Ela só quer sexo com ele e com certeza se tiver, só vai ser isso mesmo. Ele não vai largar a esposa, não vai querer morar com ela, não vai querer filhos com ela, não vai ter ataques de ciúmes (já fui amante,  acho que o comprometido da história não tem direito de ter ciúmes do outro, afinal ele não tem outra que é oficial?), etc. Ou seja, eles vão transar loucamente, vai ser seguro sempre (porque ele não quer engravidá-la, não vai nem pensar em não usar camisinha), se ela for “boua” ele vai querer mais e assim segue-se a vida. Esse barco vai navegar desse jeito até quando ela quiser.

Homens com mulheres comprometidas

O inverso já funciona diferente: mulheres geralmente pensam em trair quando tem algum sentimento pelo outro da história. Então quando homens procuram uma mulher casada é por que:
  • Ela está carente e frágil (ou seja, é presa fácil);
  • Buscam uma mulher mais experiente;
  • Não querem compromisso (mas nesse caso correm o risco dela querer largar o marido para ficar com eles) ou;
  • Ela é gostosa e “simplesmente aconteceu”.
Ah, no caso dos homens eles também podem ter se apaixonado pela casada, mas acho menos comum de acontecer. Homens são muito mais objetivos, até para eu conseguir falar sobre eles... Que coisa não?

Dica para quem quer ficar rico


Hoje vamos tratar de empreendedorismo, olha que palavra difícil nunca imaginei que conseguiria utilizá-la em uma postagem! Sim, isso mesmo, você não acessou o blog errado, como tenho o dever público de informar e divertir as pessoas, achei também necessário deixá-las ricas, o assunto será business! Vou explicar de onde surgiu a asneira do dia, durante uma conversa com meus ilustres colegas de trabalho, adivinhe qual era o assunto? Sexo!!! Só que dessa vez era mais abrangente, era sobre motel, detalhando mais ainda, sobre a dificuldade de se encontrar vagas para pernoite em um sábado!

Me diga quem nunca passou por isso??? Começa assim, num 1º momento existe certo padrão mínimo de qualidade estipulado que vai caindo gradativamente à medida que não se consegue nada, certas opções anteriormente impensáveis entram ao leque de tentativas até partirem para o desespero total, depois de rodarem a cidade inteira atrás de uma vaga, chegam à conclusão de qualquer coisa serve!  Parece até piada, mas é uma situação real aos casais de namorados, rolos, amantes e afins que sofrem aos finais de semana, muitos vão dizer que existem esses tipos de estabelecimentos a cada quarteirão que não estão em números suficientes para atender a demanda! Ainda mais depois de pagamento ou festas de fim de ano quando o povo recebe o 13º salário, não esquecendo datas comemorativas como o dia dos namorados...

Sem falar naquelas situações em que enfrenta uma fila quilométrica e quando chega sua vez só sobraram àquelas suítes temáticas que custam uma verdadeira fortuna! O pior momento é a cara de indignação da recepcionista (normalmente é mulher) na hora em que recusa, dá até vontade de dizer que não tem interesse em comprar o quarto a intenção é passar só o período de doze horas. Também tem os lugares que só começam os pernoites na madrugada, tipo 3 horas da manhã! E nem adianta chegar 10 minutos antes, vão te fazer esperar até dar o horário em ponto, nesse caso sugiro aguardarem no atendimento mesmo para tumultuarem a entrada e assim garantirem a vaga, quem manda esse povo ser tão capitalista!

Outra circunstância muito constrangedora é a bendita sala de espera, geralmente te colocam lá dizendo que só vai demorar uns minutinhos que parecem eternos, as pessoas fingem prestar atenção na TV como se estivessem na recepção de um consultório odontológico, muitas vezes só faltam perguntar sobre sua família e trabalho. Ninguém merece! Analisando a rotatividade de público e a função social executado por ele, não há nada mais lucrativo do que esse ramo para prestação  de serviço, para quem quer ficar rico é só investir. Garanto que não vai faltar gente entrando e saindo, sem trocadilho infame... kkkk

Como publicidade é alma do negócio...








As músicas da minha vida

Não é de admirar que a música na história humana esteja presente em ocasiões que simbolizam alegria e reverenciam a vida. É algo grandioso e forte com diferentes maneiras de juntar os sons afetando significativamente nosso humor. Posso dizer expressivamente que a música tem moldado a minha vida, isso não significa que toque algum tipo de instrumento, embora morra de vontade de aprender a tocar violão, mas infelizmente minha coordenação motora não permite e não foram por falta de tentativas. A maneira que acho que sou moldada por ela, é como me sinto quando ouço algo que gosto muito, não importa se tudo está um caos, volta e meia me pego parada para ouvir um som que me trás lembranças. Em um relance lembramos um tempo em nossas vidas que apesar de tudo que possa ter acontecido não esquecemos. Segue as 10 músicas que mais marcaram minha memória e que bate uma saudade de tudo que já foi vivido todas as vezes que escuto...


1º) Xuxa: Lua de Cristal


Lembro das minhas manhãs quando acordava cedinho para ver a Xuxa descendo da sua nave espacial (agora daria tudo para poder dormir até tarde) e para poder passar o dia inteiro brincando.

2º) Trem da alegria: Pra ver se cola


Essa musiquinha embalou minha primeira paixonite da infância, colocava o disco para tocar o dia inteiro!!!

3º) Roberto Carlos: Amada amante



O rei sempre me lembra meus pais, os passeios de carro aos domingos quando meu irmão e eu íamos no banco de trás fazendo a maior bagunça, enquanto tocava essa música no rádio no último volume.

4º) Bon Jovi : In These Arms

Meu ídolo!!! Todas suas músicas marcaram fases da minha vida, essa é especial me faz lembrar meu primeiro amor...
5º) Legião Urbana: Vento no litoral


Foi a minha primeira grande perda quando meu amigo morreu.

6º) Ana Carolina: Quem de nós dois


O primeiro pé na bunda a gente nunca esquece né? 

7º)Dirty Dancing: Time of my life

Festa temática de cinema da época do colégio quando a única preocupação que existia era quem seriam os convidados.

8º) Royal Gigolos: California Dreamin
 
O quarteto fantástico (minhas amigas) quando começamos a sair para as baladas, sinto tanta falta de vocês...

9º) The Cult: Painted of my heart

Quando fiz a maior loucura da minha vida: sair de casa para viver um sonho que não era tão rosa assim.
10º) Jota Quest: O que também não entendo
Sobre meus dias atuais…

Convido a participarem dessa brincadeirinha os seguintes blogs:


A felicidade pode demorar


Ás vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado. Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.

Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar... é nossa razão de existir. Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.

Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa. Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um por do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.

Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade. Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.

Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram... descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez e agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.

Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores importantes... Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos aquele abraço vale mais que qualquer palavra...

Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar. Aproveite sua família que é uma grande felicidade, quando menos esperamos iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas.

Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco, pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado.

Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário, existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo. Não procure querer conhecer seu futuro antes da hora, nem exagere em seu sofrimento, esperar é dar uma chance à vida para que ela coloque a pessoa certa em seu caminho.

“A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna. A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...”

Boa semana a todos!

Autora: François de Bitencourt

Amigos

Qualquer semelhança com a vida real é mera coincidência... hahahaha

Função: prateleira


Funciona assim. Por mais superficial que possa parecer essa minha idéia, todo mundo já teve ou já foi prateleira de alguém. Explico.

Para que serve uma prateleira? Pra guardar livros que você já leu, ou não leu porque não teve vontade ainda, ou ganhou, mas quis deixar ali de enfeite sempre ao alcance da mão. Em um dia de tédio, ou no dia em que o programa que você adora assistir na TV não está no ar, você vai lá, pega aquele livro que você sabe bem nunca vai se tornar um livro de cabeceira e dá uma folheadinha básica só pra se distrair.

Qual o problema? O problema é que a maioria das "prateleiras" comemoram cada passeadinha pelas mãos do seu dono, acreditando nas migalhas que o ser amado oferece. Quem se sujeita a ser "prateleira” do homem ou da mulher que ama não ganha pontos ao se subjugar, ao parecer cachorrinho que abana o rabinho cada vez que o dono chama "vem cá". Cachorrinho nunca vai deixar de ser cachorrinho. Um animalzinho sempre disponível para diversão ou dias de carência do dono. Por mais que o dono goste do cachorrinho, nunca se tornará o namorado/a do dono, porque o dono nunca -- por mais que goste e eventualmente até ame -- o enxergará como igual.

Desculpem meninos, mas eu já tive várias prateleiras. E se digo isso assim de forma tão direta e me expondo ao julgamento impiedoso é porque realmente acredito que possa dar alguma dignidade a quem se sujeita a ser "cachorro" do objeto do seu amor. Você não ganha respeito, a outra pessoa não vai acordar um belo dia e descobrir que vc é o amor da sua vida e declarar amor intenso a você. Prateleiras são o que são: lugares para armazenar objetos que a gente quer sempre ao alcance da mão. Se essa posição é compatível com o que você quer da vida e com a sua dignidade, eu dou o maior apoio. Mas eu sinceramente espero que não.

O dia em que me senti um E.T.

O dia já começou mal, primeiro fui traída pela “soneca” do celular quando tinha horário marcado para fazer a mais nova modalidade de se apropriar do dinheiro alheio, a famosa inspeção veicular para medir emissão de gases poluentes dos carros na cidade de São Paulo. O resto já deve imaginar como é...

Em um dos momentos do meu dia em que não tinha nada para fazer (o que é fato raríssimo!) liguei para uma agência de viagens para ver algumas opções de possíveis férias para o mês de julho. Já tinha decidido o destino, Aracaju, e quando anunciei para a vendedora ela fez a pergunta:

- É para casal, grupo ou família? – Como se só existissem essas únicas opções...

Respondi indignada quer era individual e o tom de voz dela mudou drasticamente. De repente, a atendente começa a me convencer que eu não deveria viajar sozinha e que até julho, lembrando que estamos em janeiro, dava tempo para arrumar um namorado. Não dei trela ao assunto e confirmei meu pacote individual. Contrariada me apresentou algumas sugestões e fiquei de voltar no dia seguinte quando decidisse. Desapareci.

No fim do dia passei por uma confeitaria e logo na entrada já fui questionada: 

- Mesa para dois?

- Não, para um. – Respondi mal humorada.

Dei uma passadinha no shopping para trocar uma roupa que comprei e depois para variar um pouco acabei não gostando do resultado, quando no meio do caminho parei em frente a uma vitrine de lingerie com um conjuntinho lindo, entro decidida a comprar e quando abro à boca a vendedora solta: 

- Presentinho para o namorado?

- Não! Não posso estar linda só para mim? (a última parte só pensei!)

Troco o shortinho por umas outras 5 peças, que prejú!!! Decido ver um filme que está em cartaz. A mocinha da bilheteria pergunta inocentemente:

- Promoção casal?

- Sim, minha filha. Não esta vendo meu namorado imaginário aqui do meu lado!!! hahahaha

Quando chego à porta de casa e desço para abrir o portão da garagem - um dia vou ter portão automático na minha vida – encontro uma amiga antiga da minha mãe (quer coisa pior que isso???)  que começa a conversa com nada mais, nada menos que: 

- Nossa que bom te ver. E ai já casou?

- Não, não e não! Desde quando preciso ser um casal, eu lá preciso de um homem para me fazer feliz... Blá, blá, blá. – Falei uns minutos sem parar e nem respirar. A coitada ficou ouvindo o desabafo de um dia inteiro com cara de “o que foi que eu fiz?”.

Quando me deitei para dormir (não tem hora melhor para isso) pensei, meu Deus sou um E.T.!

Aparentemente o universo conspirava contra mim naquele dia. (Estava demorando o drama)

O interessante é que depois pensando sobre o assunto percebi que todas essas inquisições e possíveis observações vieram de mulheres que, muito provavelmente se consideram muito felizes ou que estão desesperadas em busca de um relacionamento. Será que toda mulher precisa realmente disso para estar feliz consigo mesma? É necessário viver um compromisso social para se sentir realizada? Será que é daí que vem a fama de que as mulheres estão sempre atrás de um namorado/noivo/marido?

Então realmente sou um E.T. feliz porque sinceramente não preciso de nada disso!

Coisas que fazemos só para ganhar uma mulher

Um homem fala e faz qualquer coisa para comer uma mulher. Qualquer coisa. Nós aceitamos condições desfavoráveis e vexatórias, toleramos frio, fome, sede etc. Tudo para assinalar o tento.

Não sei por que somos assim, mas somos. É a vida.

Sobre as mentiras, muito se falou e se escreveu. Mas ainda não vi uma grande compilação de tudo que fazemos - a contragosto - só para galgar êxito na fornicação.

Fiz um apanhado geral de todos os micos que já paguei nessas circunstâncias, e também trouxe informações de meus camaradas lá do boteco do Seu Paranhos.

Poesia
Ou o homem gosta de poesia, ou gosta de mulher. Difícil - muito difícil - gostar dos dois. Mas por que tantos homens encantadores não só gostam, como também demonstram grande conhecimento poético? E como eles próprios ainda produzem excelentes versos?

Tudo isso para comer a mulherada. Chico Buarque é a prova viva inequívoca de que os homens chegam ao ponto de se tornar mestres da poesia, só para faturar o mulherio.

Bossa Nova
Segundo recente pesquisa realizada pelos intrépidos cientistas do DataEu, não há uma única pessoa que realmente goste de bossa nova. Isso mesmo: ninguém. Existem, no máximo, os que a ‘toleram’.

Mas, ignorando tal pesquisa e acreditando que algumas mulheres realmente gostem de tal ritmo, conclui-se que os homens, para conquistá-las, precisam fingir que também gostam.

Em casos extremos, chegam a pegar um violãozinho e arriscar uma cantoria na base da ‘voz mansinha’, só para dar realismo à personagem.

Artes em Geral
Falando bem a verdade, nós homens não gostamos dessas coisas artísticas. Quando fingimos interesse em algo, é porque queremos comer alguma mulher. Simples assim.

E isso inclui dança, artes plásticas, orquestras sinfônicas, teatro e outras manifestações que suportamos para conquistar aquelas moças cultas encantadoras. Muitas vezes, como no caso da poesia, chegamos ao ponto de pesquisar, demonstrar ‘conhecimento’, mas é trambique.

O máximo de que gostamos é cinema, música e - em casos raros - literatura. Tudo que passa disso é firula para pegar mulher.

Dançar
Homem, homem mesmo, não gosta de dançar. Dançamos, claro, para pegar mulher. É um estratagema que dá certo em várias espécies animais; são as chamadas ‘danças de acasalamento’. No mundo moderno também há disso.

Na época da faculdade, por exemplo, somos levados a aprender forró, simplesmente porque, sabendo dançar, metade do ‘approach’ já está garantido. E é assim que funciona.

Se o camarada quer dançar sozinho, sem se importar com as mulheres ao lado, aí a coisa muda um pouco de figura. Mas, em muitos casos, não deixa de ser também uma ‘dança de acasalamento’.

Na Locadora de Vídeo
Quando temos mau gosto, filmes de luta ou de ação; quando temos bom gosto, dramas ou suspenses; quando queremos impressionar, filmes europeus; quando queremos impressionar pra valer, filmes asiáticos ‘cult’.

E as comédias românticas? Ah, essas merecem um capítulo à parte. Em geral, são chatas; mas algumas até que são bacaninhas. De um jeito ou de outro, fazemos sempre o mesmo ‘teatrinho’: alugamos o “nosso” filme, e mulher aluga o “dela”.

O “nosso” é algum filme ‘blockbuster’, e o “dela” é uma comédia romântica. O script é esse, e é bom não mudar. Até porque o filme é algo de somenos importância.

Caso Especial: Cunhado x Cunhada
É mesmo engraçado o que fazemos em relação a cunhados e cunhadas. Nós, homens, repetimos um mesmo padrão que chega a ser ridículo. Mas nós somos mesmo ridículos, então não há como esperar algo diferente.

É o seguinte…

Odiamos o cunhado, não queremos papo nem conversa alguma, mas suportamos, toleramos, agüentamos, e até fingimos muita simpatia. Chegamos ao ponto - em alguns casos - de levá-lo para dar uma volta, ou então ir para um jogo de futebol.

Já a cunhadinha… Ah! Verdadeira figura mitológica, não é? Com ela, exageramos na seriedade, demonstramos um respeito que chega a espantar; mas, na verdade, o que queremos é muita graça. Nelson Rodrigues nos (e as) entendia muito bem.

Moral da história: não temos moral alguma. Somos de uma amoralidade absurda. É um pragmatismo que quase provoca uma crise de consciência. Mas aí, é só tomar uma ducha fria que passa.

Postado por Isaias Camanducaia


Email do blog: v.nuaecrua@bol.com.br. Participe também!

A arte de presentear

Para meu namorado imaginário


"Eu sei que quando a gente se encontrar, vai ser pra valer. Vai ter aquela troca de olhares, aquela timidez inerente, a gente vai se saber um do outro, mesmo que num futuro. Eu sei que vai ser bonito, sabe? Como é pra todo mundo. Que vai ter família no meio, defeitos aparentes, que vai ter foto do lado da minha cama, sei que vai ter nome na agenda do celular com caretinha, sei que vai ter toque especial pra você. Sei que vai você vai ser meu motivo pra acordar sorrindo. Sei que, quando estivermos juntos, qualquer problema com você vai ser pra mim que você vai ligar, porque eu que vou te entender, mesmo sem falar nada. Eu não vou julgar, seja lá o que for. Sei que se houver mágoa, a gente vai conversar, ou então a gente vai se odiar, mas tudo que já tiver passado vai ficar. Sei também que vai fazer meu coração bater mais forte, tenho certeza disso. Que eu vou poder reclamar da minha dor no braço e daí você vai brigar comigo, porque eu não cuido direito. E que você vai me perguntar quem são todos os meus amigos. Mas não louco de ciúmes, porque você se interessa pela minha vida e sabe que estando perto deles, você está cada vez mais perto de mim. Sei que não vai ser mil maravilhas, mas eu nem quero que seja, porque pra que vamos lutar um pelo outro? Pra que conquistar, pra que corrigir, pra que perdoar? Também vamos nos descobrir, em algumas tardes, muito iguais em algumas coisas e completamente diferente noutras. Vou querer saber porque seus amigos agem assim com as mulheres, pra que isso? Sei que você vai gostar de ir festar comigo, mas vai gostar de ver meus filmes também, me ouvir falando dos meus livros. Também acho que vai te dar um momento ali que você vai querer fazer o que você quer, e eu vou brigar, mas vai ser pouco, só pra fazer charme. No fim das contas eu vou com você, pra onde você for. Sei que vamos ter música interna, risadas. Que vamos dar inveja. Fazer confusão. Sei, aliás, tenho a mais absoluta certeza disso tudo, que a gente vai se encontrar. Tenho certeza que você existe em algum lugar... Mas dá pra aparecer logo?"

O texto acima é de Mariane Micheletto ganhadora do concurso literário. Adorei!!! De lambuja um vídeo que amo para continuar o clima...


 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti