Nada mais pela metade



"Hoje acordei inteira. Migalhas? Pedaços? Não, obrigada. Não gosto de nada que seja metade. Não gosto de meio termo. Gosto dos extremos. Gosto do frio. Gosto do quente (depende do momento). Gosto dos dedinhos dos pés congelados ou do calor que me faz suar o cabelo. Não gosto do morno. Não gosto de temperatura-ambiente. 

Na verdade eu quero tudo. Ou quero nada. Por favor, nada de pouco quando o mundo é meu. Não sei sentir em doses homeopáticas. Sempre fui daquelas que falam "eu te amo" primeiro. Sempre fui daquelas que vão embora sem olhar pra trás. Sempre dei a cara à tapa. Sempre preferi o certo ao duvidoso. Quero que se alguém estiver comigo, que esteja. Mesmo que seja só naquele momento. Mesmo que mude de idéia no dia seguinte."

4 comentários:

AC disse...

Dani,
Já tinha saudades do seu fulgor, do seu jeito decidido...
Que nunca lhe falte a garra!

Beijo :)

joão da sorte disse...

concentra-te neste dia que disponta!
pois ele é vida,
A própria vida em seu breve curso.
jazem nele todas as verdades e realidade de sua existencia:
a felicidade de crescer,
a gloria de agir,
o esplendor da beleza;
pois o dia de ontem é apenas um sonho e o amanhã uma visão,
mas o dia de hoje, bem vivido,
torna cada dia passado um sonho de felicidade e
cada amanhã uma visão de esperança.
concentra-te, portanto,neste dia!
neste dia maravilhoso que disponta em sua vida.

parabéns!!!!

Fernand's disse...

perfeito!
nunca seremos pedaços de alguém se não formos inteiras.


bjsmeus

Coração Gelado disse...

Seja bem vinda de volta, Professora!!!

Postar um comentário

 
© Template Scrap Suave|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti